segunda-feira, 2 de maio de 2011

Treze comunidades estão isoladas em Ipanguaçu

A sangria do Açude Pataxó desde a segunda-feira, 25, já deixou treze comunidades isoladas em três bairros do município de Ipanguaçu. As águas atingiram, até esta manhã, os bairros de Maria Romana, Ubarana e Manoel Bonifácio. As comunidades de Santa Quitéria, Barra, São Miguel, Luzeiro, Cuó, Lagoa de Pedra, Itú, Picada, Porto, Salinas, Deus nos Guie, Sacramentinho e Pau de Jucá estão completamente isoladas. São muitos os danos humanos, materiais e ambientais, além dos prejuízos à economia local, ainda não contabilizados, segundo o coordenador estadual da Defesa Civil, tenente-coronel Josenildo Acioli.A maioria das famílias que precisaram deixar suas casas optou por abrigar-se em casas de parentes, em áreas não alagadiças ou em municípios vizinhos. A prefeitura e a Defesa Civil realizaram o transporte de várias famílias nestas últimas horas para os abrigos municipais ou para as casas de seus parentes, além do que retiraram das casas, móveis e pertences dos moradores. Durante todo o sábado, 30, tratores e retro escavadeiras reforçaram a estrutura de uma parede no leito do rio pataxó que foi construída com recursos próprios e que desvia mais de 90% das águas do Pataxó que tentam invadir o município. "Sem essa parede a água já teria invadido o bairro Frei Damião que fica na entrada da cidade, removendo um numero ainda maior de famílias", informou o prefeito.

Tribuna do Norte



Nenhum comentário:

Postar um comentário